UAM Logo

UAM Logo

UAM é o acrónimo da jovem universidade espanhola Universidad Autonoma de Madrid. Surgiu em junho de 1968, durante as reformas educacionais da capital nos anos 60/70. O seu estatuto legal é autónomo, público. Tem uma classificação de confiança muito alta. Ele está entre as 15 melhores instituições de ensino superior da Europa. Tem vários edifícios, que estão localizados em Madrid e seus arredores. Oferece formação em 8 faculdades, incluindo direito, as mais prestigiadas do país.

Importância e história

Universidad Autonoma de Madrid (UAM) logo História

Desde a sua fundação até hoje, a universidade tinha apenas três marcas registradas.

1968

Universidad Autonoma de Madrid logo 1968

O primeiro logotipo é datado de 1968, ou seja, apareceu logo no ano da abertura da universidade. Durante muito tempo, permaneceu inalterado monocromático. Na verdade, é uma versão modesta, com um mínimo de informação visual, onde tudo está focado no nome.

A inscrição “Universidad Autonoma de Madrid” é executada em tons preto-e-branco ou cinzento-escuro. As palavras estão divididas em duas partes e dispostas em camadas: a primeira consiste em “Universidad Autonoma”, a segunda consiste em “De Madrid”. A parte superior está sobre um fundo claro, a inferior está sobre um fundo escuro. Esta estrutura apoia a ideia de diversidade e autonomia da universidade, onde cada faculdade é uma estrutura separada com uma visão de mundo independente.

1986

Universidad Autonoma de Madrid logo 1986

Em 1986, o logotipo foi ligeiramente actualizado. A sigla “UAM” aparecia nela. Nesta versão, o elemento de acento era a letra “M”. Parece uma forma arquitetônica abstrata, feita com observância de proporções geometricamente exatas. A originalidade é sublinhada pela monumentalidade e proximidade da “seção dourada”, sobre o que diz a linha pontilhada do desenho.

Ao mesmo tempo, o logotipo indica um departamento de matemática bem desenvolvido, que naquela época era o mais procurado. Foi graças a ela que a instituição de ensino superior adquiriu um elevado estatuto e passou a estar entre os quinze primeiros líderes europeus. O sinal “M” é, portanto, mais um tributo. Devido à sua construção esquemática, parece tridimensional.

2019

Universidad Autonoma de Madrid logo 2019

Em 2019, a gerência decidiu mudar radicalmente a imagem corporativa, o símbolo e o logotipo, já que a instituição de ensino ultrapassou a marca dos 50 anos. Mas a base permaneceu a mesma: o nome “Universidad Autonoma de Madrid”. Nesta versão abreviada de “UAM”, os símbolos “U” e “M” estão em negrito, enquanto “A” está escrito em itálico. Além disso, a abreviatura é retirada da parte superior e colocada à direita do nome detalhado da universidade.

A aparência atualizada do logotipo ecoa algumas características da amostra anterior. Por exemplo, a diferenciação das fontes em iniciais. As molduras contendo fragmentos do nome e monocromo são removidas do emblema. Parecia haver abertura e cromaticidade. Embora a disposição das linhas em dois níveis seja preservada, mas elas têm um novo visual – de acordo com a grafia com “U” maiúsculo, “A”, “M”. As outras letras são minúsculas, clássicas. Todas as combinações de palavras são azuis.

Na parte superior há uma abreviatura na qual a atenção mudou de “M” para “A”. Agora é muito mais fino do que os personagens vizinhos e tem um largo sinal de sotaque. A paleta também foi mudada para a azeitona.

O elemento gráfico também foi revisto. O número 50 foi introduzido nele – como uma indicação da data de aniversário. Está rodeado por dois círculos e um polígono. O aniversário também é destacado pela inscrição “1968 – 2019”. Mas a parte mais interessante é o polígono, que completa a composição da figura. Unifica os elementos, torna a imagem completa e até indica a localização do campus de Cantoblanco, na parte nordeste da capital.

Emblema

A universidade tem mais uma importante marca de identificação – o brasão de armas. É um escudo de forma clássica, dividido em duas metades. A da esquerda mostra uma tocha em chamas num cabo comprido. À direita está um urso a arrancar frutos de uma árvore alta. Acima deles há uma grande coroa que cobre a parte superior do escudo. É pintado em detalhe, com dentes e pedras preciosas incrustadas em destaque.

Nos lados, tudo está rodeado por uma coroa de folhas de loureiro ou de oliveira, aparentemente arrancada de uma árvore que se encontra sobre um dos fragmentos. Na parte inferior da fita estreita diz “QUID VLTRA FACIAM?”. A paleta de cores do símbolo gráfico é baseada numa combinação de verde, branco, vermelho, castanho, preto e amarelo.

A fonte utilizada para o texto é Berthold Walbaum Book. É pintado em azul e verde claro ou azeitona.