Morgan Stanley Logo

Morgan Stanley Logo O Morgan Stanley tem sede em Nova York, mas o conglomerado financeiro não se limita a apenas um país. Abriu escritórios de representação em diferentes partes do mundo e atualmente faz parte da lista de bancos sistemicamente importantes. A economia dos EUA depende de sua estabilidade, portanto, em caso de falência, receberá assistência pública imediata.

Significado e história

Morgan Stanley Logo Historia

Morgan Stanley tem o sobrenome do neto de John Pierpont Morgan I – Henry Morgan. Apesar da semelhança de nomes, é uma organização autônoma que nada tem a ver com o JPMorgan Chase. Surgiu em 1935 e até 2008 trabalhou como banco de investimento independente. Após a reestruturação, o Morgan Stanley se transformou em um grande conglomerado financeiro. Antes disso, ele conseguiu visitar uma sociedade anônima (em 1986) e fundir-se com a corretora Dean Witter, Discover & Co. (em 1997), que, entre outras coisas, se dedicava à emissão de cartões bancários.

Essa história agitada se refletiu na identidade do Morgan Stanley: ele tinha pelo menos cinco logotipos. As versões usadas de 1935 a 1997 são coisas do passado.

1997 – 2000

Morgan Stanley Dean Witter Logo 1997-2000

Em 1997, o banco tornou-se Morgan Stanley Dean Witter & Co. Isso aconteceu após a fusão com uma empresa que prestava serviços de corretagem. Ao mesmo tempo, um novo emblema apareceu – um retângulo azul com uma inscrição branca “MORGAN STANLEY DEAN WITTER”. Todas as letras estavam em maiúsculas. A fonte está em itálico antiquado.

2000 – 2001

Morgan Stanley Dean Witter Logo 2000-2001

A instituição financeira mudou seu logotipo um ano antes da mudança de nome. Os designers livraram-se da forma geométrica azul, tornaram a inscrição preta e dividiram-na em duas linhas. Descobriu-se que a primeira metade do nome estava no topo, e a segunda – um pouco abaixo. Uma linha vertical preta foi desenhada à esquerda. Esta versão usava uma fonte flat sans serif.

2001 – 2006

Morgan Stanley Logo 2001-2006

Em 2001, o conselho do banco decidiu devolver o antigo nome Morgan Stanley para tornar a marca mais reconhecível. No emblema, os designers combinaram duas palavras: preto “MORGAN” e cinza claro “STANLEY”. Entre eles havia um pequeno triângulo branco com uma moldura azul.

2006 – presente

Morgan Stanley Logo 2006-presente

A última versão do logotipo é monocromática: a inscrição é totalmente preta e não é complementada por outros elementos. Os desenvolvedores não alteraram a fonte, apenas corrigiram o formato das letras “g”, “a” e “l”.

A marca de duas cores do Morgan Stanley contém apenas o nome do conglomerado financeiro. Não há mais nada nele: os desenvolvedores removeram até mesmo aquele pequeno triângulo que existia no passado entre as palavras. Esse minimalismo transmite perfeitamente a seriedade e a estabilidade da empresa.

Fonte e cores do logotipo

A fonte das letras é uma cópia exata de Trade Gothic Roman. É uma fonte versátil e grotesca criada pelo tipógrafo Jackson Burke em 1948. Ela emula o estilo do século 19 e é frequentemente usada em manchetes de jornais.

A paleta, como já mencionado, é limitada a apenas duas cores: preto e branco. O design monocromático representa a Morgan Stanley como uma organização responsável e fundamental.